Piromania











Minha a
vó estava contando, no último final de semana, as minhas manias de incendiário. Não é brincadeira, tive uma queda e tanto pelo elemento da destruição e renovação. Será que é porque sou leonino? Não, deve ser porque é perigoso. Segundo ela, e eu lembro vagamente, ateei fogo em quatro lugares da casa:
1) Em um calendário, que ficava pendurado sobre um butijão de gás;
2) No próximo calendário que substituiu o primeiro;
3) Em algumas bonecas de porcelana da minha mãe;
4) Atrás de um sofá (lugar onde eu costumava me esconder quando colocava fogo nas coisas);
Realmente não estava mentindo.

Light my fire.

Comentários

Postagens mais visitadas deste blog

Itá terá a maior tirolesa da América Latina

Uma cicatriz na alma

Editorial “Tempo, esse devorador de coisas”