Postagens

Mostrando postagens de Agosto, 2009

Imagens falam...

Imagem
A Gi fala mais.

- Meu primeiro e último pensamento do dia são para você.
- Mas isso não é o suficiente.
- Tá, então que tal mais três spots no horário nobre?
- Também não.
- Ótimo, porque já inutilizo todo o meu dia revendo, mentalmente, os detalhes do teu rosto, das suas costas e até o formato esquisito do teu pé.
- Sim, e isso serve pra que?
- Pra nada.
-As cartas estão na mesa
-E o que você quer que eu diga?
*Fantasia*
- Quero você comigo!
- Para o que der e vier!
*Fim da fantasia*
- Truuuuucooo
=//

Com estrelas

Ele sabe
Ele estava sentado sob um telhado, sendo cauteloso, protegendo-se do sereno da madrugada, apreciando a noite. Não estava bebendo, nem fumando, tão pouco dividindo a cena, mas não estava sozinho, tinha a própria companhia. Respirava fundo, para sentir o frio por dentro. Queria saber se a mudança de temperatura ou a bela noite o distrairia. Não, os pensamentos que tinha eram intensos demais e prudentes de menos. Não se importava se eles eram sujos ou simplesmente se eram lembranças de um passado não tão distante. A noite estava linda, agradavelmente fria e propícia para clarear ideias de nova vida e novos assassinatos. Ele está crescendo e seus problemas não são mais os mesmos, não se resolviam apenas com uma calculadora. Por mais que tentasse, não cabia tudo na balança, e quando diminuía sete de 10, escorregavam seis. Melhor seria beber, mas embriagado não veria a noite, que já era escura demais e difícil de apreciar. Fumar, não traria clareza aos pulmões, os quais adoravam o ch…

CORAÇÃO

Nem sempre eu acerto,nem sempre eu bebo, nem sempre eu durmo, nem sempre eu converso, nem sempre me desculpo, nem sempre eu confesso, nem sempre eu estudo.
Eu sempre faço o meu melhor, eu sempre penso no pior, sempre quis uma fábrica de alfajór, eu sempre me deixo levar pelo bonito e poético, a minha mãe sempre é a melhor, cozinheira, amiga e conselheira e eu sempre "me” perco.
Pedi pra não entrar, depois pra não sair, Respeitei, respirei, sorri, não chorei, mas senti
Colhi pra não secar, molhei pra não secar, Sonhei com o florescer, sonhei com o murchar, Mas no fim sempre corta, divide, racha, fere, espinha, rasga, dilacera, faz em pedaços, aflige, atormenta, machuca, esmaga, aperta, amassa, e corrói o TÍTULO

CORAÇÃO

com pouca fome e muito calor, peço, por favor, água, com pouco 'por favor', peço calor;

exijo que fiques doente quando não me vires, que eu fique doente quando algo me exigires;

que minha partida te faça chorar, e a chegada também;
me leia e me compreenda, tentes;

me impeça quando eu quiser ser impedido, mas respeite minhas decisões;
Por fim, só quero de ti, carícias, carinho, calor e, um pouquinho de,Coração.
Imagem
- Você deve gostar mesmo dela para fazer tudo isso. - Não, só gosto de tê-la por perto. - É solidão então? - Também, mas eu acho que tem haver com os lábios dela. - Tá, explica. - Não dá, é assim que ela é. É assim que eles são. - ... então você gosta dos lábios dela? - E das mancadas dela. Ela tem o dom de ser inconveniente e de cometer gafes. - Isso eu já tinha percebido, ela é bem expontânea né. - E tímida. E carinhosa. - Ah então você gosta dela. - Já disse que não. Não é algo complicado assim. É bem mais simples. - Pode ser simples de sentir, mas você não tá conseguindo explicar direito. - Acho que agora você entendeu. - Hã?